Nutrição

Angu para todos os gostos!


Por Mônica de Castro Barbosa em 30 de março de 2011.

O Angu, alimento à base de milho, tem uma representação e significado cultural importante para o brasileiro. Ao avaliarmos as várias regiões do país, encontramos diferentes receitas de angu ou polenta, como também é chamado este alimento.

Se olharmos a evolução da humanidade de alguns séculos para cá, o milho, um cereal considerado um dos três cereais básicos que compõem grande parte da alimentação de vários povos ao redor do mundo, ao longo do século XX, perdeu espaço na mesa do brasileiro a favor do trigo e do arroz, mas o angu enquanto produto derivado do milho, continua a representá-lo em nossa culinária de variadas formas e acompanhando pratos como: ‘Frango com Quiabo’; ‘Costelinha de porco e Couve à Juliana’; ‘Taioba refogada ou Jiló cozido’.

Se formos considerar a área rural, sua presença na mesa dos brasileiros que lá residem é ainda mais incisiva e constante, reafirmando este hábito alimentar cultural.

Além de sua importância gastronômica para o brasileiro o Angu é um alimento nutricionalmente importante, não só por sua composição química, mas também e principalmente por ser farto “produtor” de efeito anti-cetogênico. Isso quer dizer que o Angu ativa a resposta corporal no ‘gasto equilibrado de cetonas’, um produto que surge do metabolismo dos ácidos graxos (um tipo de gordura) como fonte calórica. Por conta deste efeito o Angu atualmente é considerado um alimento importante para o paciente diabético, principalmente o diabético descompensado.

Usá-lo duas a três vezes por semana, na refeição do almoço, na proporção de 2 colheres de sopa, em média, já é suficiente para que ele exerça o efeito acima citado.

Veja abaixo a descrição de uma receita básica de Angu e experimente este alimento tão importante no aspecto cultural e também nutricional!

Angu: Receita Básica.

Ingredientes:

- 2 xícara(s) fubá de milho

- 6 xícara(s) água

- sal a gosto ou tempero a gosto

- 1colher de sobremesa (ou sopa) de óleo

Modo de preparo:

- Em uma panela, despeje o óleo, a água e sal a gosto. Junte o fubá de milho. Com uma colher de pau misture tudo e ligue o fogo alto, mexendo sempre.

- Quando começar a ferver, abaixe o fogo. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos, o ponto é mais ralo que um purê de batatas.

Abaixo estão algumas variações gastronômicas do Angu.

Angu à Moda Caseira. Nesta receita incluem-se como alimentos o bacon e a lingüiça.

Angu Baiano. Nesta receita incluem-se como alimentos o bacon, lingüiça calabresa, coloral, mussarela, carne moída, milho verde, pimenta do reino, tomate, cebola, pimentão e cebolinha.

Angu Frito.

Angu a Jipeiro. Muito parecido com o Angu Baiano. Em sua receita usa-se incluir os seguintes produtos: alho, salsinha, carne moída, pernil picado, bacon, mussarela, tomate, cebola, massa de tomate, milho verde.

Pastel de Angu. Na receita da massa do pastel utiliza-se fubá, e não farinha de trigo.